UOL Notícias Notícias
 
25/08/2010 - 18h40

Bruno e Macarrão serão transferidos amanhã para o Rio

Rio - O goleiro Bruno Fernandes, ex-capitão do Flamengo, desembarca amanhã pela manhã no Rio de Janeiro, onde vai ficar 30 dias na Penitenciária Bangu 2, na zona oeste da cidade. Ele e seu amigo Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, participarão de audiências no processo em que são acusados de agredir a ex-modelo Eliza Samudio, em outubro do ano passado, na 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá. Eliza acusou os dois e outro homem, ainda não identificado, de sequestro e tentativa de indução ao aborto.

Na primeira audiência, cinco testemunhas de acusação serão ouvidas. Nas próximas semanas, testemunhas de defesa serão convocadas. Ércio Quaresma, advogado do atleta e de Macarrão, escolheu a própria Eliza, desaparecida desde o início de junho, como uma das testemunhas do goleiro, mas a Justiça negou-se a atender ao pedido.

Bruno, Macarrão e outras oito pessoas foram indiciados pela Divisão de Homicídios de Contagem (MG) e denunciadas pelo Ministério Público de Minas Gerais por homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado na forma qualificada, além de ocultação do cadáver da jovem. Eliza tentava provar na Justiça que Bruno era pai de seu filho. Mesmo sem encontrar o corpo, a polícia a considera morta.

Além de Eliza, Quaresma também convocou para falar em defesa do jogador o diretor do Futebol do Flamengo, Zico, o ex-técnico do time Andrade, o lateral-direito Leonardo Moura e a presidente do clube, Patrícia Amorim.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host