UOL Notícias Notícias
 
26/08/2010 - 19h10

Mãe de santo é condenada por incêndio que matou 3

São Paulo - O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) condenou a mãe de santo Jacira das Graças Moreira a 10 anos de prisão por ter causado um incêndio que resultou em morte de três pessoas, em 1999. O crime ocorreu na noite do dia 7 de setembro, no Centro Espírita Cantinho da Vovó de Aruanda, no bairro de Campinho, zona norte da capital fluminense.

Alegando estar incorporada pela entidade "Padilha", a mãe de santo determinou que os participantes da cerimônia jogassem garrafas de álcool numa panela com fogo. O ritual, que tinha o objetivo de evitar a morte de um filho de santo, resultou num incêndio de grandes proporções. Além dos mortos, dez pessoas ficaram feridas.

A 8ª Câmara Criminal acolheu o voto da relatora, desembargadora Suely Lopes Magalhães, e manteve sentença da 2ª Vara Criminal de Madureira que já havia condenado a ré, em novembro de 2009.

Jacira das Graças alegou no recurso que agiu quando estava inconsciente e pediu a anulação do processo porque, segundo ela, as testemunhas conversaram entre si, antes da audiência. Ela terá de cumprir pena em regime inicial fechado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host