UOL Notícias Notícias
 
30/08/2010 - 19h59

No litoral de SP, 5 morreram afogados no fim de semana

Santos - Cinco pessoas, incluindo uma criança de seis anos, morreram afogadas neste final de semana no litoral paulista. O número é considerado elevado para a temporada de inverno. "Foi um final de semana atípico, estava calor e muita gente desceu. Tivemos quatro salvamentos no sábado e vinte no domingo", afirmou o tenente Marcelo Medeiros, do 17º Grupamento de Bombeiros Salvamar Paulista. Três pessoas se afogaram em Mongaguá, uma em Praia Grande e uma em Bertioga. Todas eram moradores da Grande São Paulo.

No sábado, um jovem de 23 anos que morava em Diadema se afogou na Praia de Agenor de Campos, em Mongaguá, por volta das 11h da manhã. Três horas mais tarde, na praia de Itaóca, no mesmo município, foi a vez de um turista de Osasco, de 52 anos. Ele estava com outras duas pessoas em um colchão inflável que virou com uma onda. Eles foram resgatados com vida, mas o homem não resistiu à parada cardíaca.

"Estamos alertando para o perigo desse tipo de objeto flutuante. Tanto esses colchões quanto aquelas câmaras de carro dão uma falsa sensação de segurança, pois não têm hidrodinâmica para serem levados para o raso e sim para a parte mais funda", disse o tenente, explicando que a utilização desses objetos tem aumentado nos últimos tempos.

"Mas estamos orientando para que isso não seja utilizado no mar. É diferente de uma prancha onde a pessoa tem a cordinha. Se uma onda bate e a pessoa cai desse colchão, não pega mais." Ontem, mais uma pessoa morreu na praia de Itaóca, dessa vez um jovem de 19 anos morador de São Paulo. O seu corpo foi encontrado apenas nas tarde de hoje.

As outras duas vítimas de afogamento - entre elas a criança - também morreram ontem. O menino, morador de Osasco, afogou-se na Vila Caiçara, em Praia Grande. Ele foi socorrido com vida e encaminhado ao Pronto Socorro Quietude, porém não resistiu e morreu à noite.

Em Bertioga, um jovem de 24 anos, morador de Guarulhos, afogou-se na praia de Itaguaré, no trecho próximo ao rio de mesmo nome. Ele e um amigo acabaram se perdendo da prancha que estavam. O amigo foi retirado do mar por banhistas. Já a vítima foi retirada pelos bombeiros, mas não resistiu e morreu.

Tenente Medeiros destacou ainda outra ocorrência: o salvamento ocorrido ontem de um turista de São Paulo, de 24 anos, na praia de Pitangueiras, no Guarujá. Ele sofreu para cardio-respiratória e permanece internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital Santo Amaro.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host