UOL Notícias Notícias
 
31/08/2010 - 18h15

Líder do sindicato de motoristas de Curitiba é preso

Curitiba - O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, prendeu hoje o presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores das Empresas de Transporte Coletivo de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc) e vereador de Curitiba, Denilson Pires (DEM). Ele é acusado de apropriação indébita e formação de quadrilha. Outras três pessoas também foram presas, uma delas por porte ilegal de arma, e já foi liberada.

Pires foi preso quando estava em casa e levado para a sede do sindicato, onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão de documentos, computadores e celulares. Também foram encontrados cerca de R$ 110 mil no local. O Gaeco apura um suposto esquema de fraudes no sindicato. Pires acumula a função com a de vereador em primeiro mandato.

Ao sair do sindicato pela manhã em direção ao Gaeco, onde seria ouvido, o vereador negou qualquer irregularidade. "Estou estranhando isso, não sei de nada, só trabalhamos pelos trabalhadores", afirmou. "É só ver minha ficha, minha vida, não tenho nada", acrescentou.

Além dele foram presos, sob as mesmas acusações, o tesoureiro e candidato à presidência do sindicato, Valdecir Bolette, o advogado do Sindimoc e ex-vereador de Curitiba, cassado em 2008 sob acusação de abuso do poder econômico, Valdenir Dielle Dias. De acordo com o MP, o advogado seria o mentor das fraudes e teria ascendência sobre os dirigentes da entidade.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host