UOL Notícias Notícias
 
21/11/2010 - 17h13

Rapaz pode ter sido vítima de ataque homofóbico no DF

Brasília - "Se ela não quer ficar com você, eu quero". A frase que o estudante Pedro, de 20 anos, afirma ter dito para um jovem que insistia em "ficar" com a sua amiga pode ter provocado um ataque supostamente homofóbico no estacionamento da lanchonete McDonald's na Asa Norte, em Brasília, na madrugada de sábado.

 

Em reação, o jovem e dois amigos teriam chutado diversas vezes a porta do automóvel onde Pedro e amiga estavam e onde tomavam um lanche. "Não fui agredido porque eles não conseguiram me tirar do carro", afirma Pedro. "Mas o carro ficou avariado na porta. Fizemos a perícia."

 

Pedro contou que ele e a amiga foram à delegacia registrar ocorrência. Uma testemunha anotou a placa do carro onde estavam os agressores. Mas até agora o estudante afirma não ter tido notícias sobre se os autores da agressão foram localizados.

 

O estudante disse que registrou o ocorrido por causa dos danos ao automóvel. Mas afirmou que, mais tarde, percebeu que poderia se tratar de um caso de homofobia. Se for necessário, ele disse que vai refazer o boletim de ocorrência para registrar o incidente como um episódio de homofobia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h19

    0,55
    4,100
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h23

    -0,32
    104.277,24
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host