Primeiro negro a jogar na sele??o italiana se diz envergonhado com racismo no pa?s

ROMA, 3 OUT (ANSA) - "Como italiano eu me envergonho", disse nesta sexta-feira o meio campo do Palermo, Fabio Liverani, primeiro jogador negro a vestir a camisa da sele??o italiana, comentando os casos recentes de racismo e agress?es contra imigrantes ocorridos na It?lia.\n\n"Parece que voltamos uns 60 anos para tr?s. E o n?vel da viol?ncia sobe. Quando era mais jovem sofri alguns epis?dios de racismo, mas eram essencialmente verbais. De qualquer forma ? uma coisa inadmiss?vel, que deve ser reprimida rapidamente, mesmo a ignor?ncia sendo uma doen?a dif?cil de ser derrrotada", disse ? ANSA o jogador nascido no bairro romano de Tor Bella Monaca, onde nesta quinta-feira um imigrante chin?s foi insultado e agredido enquanto esperava um ?nibus.\n\n"Justamente quando temos a sensa??o de que estamos indo para frente, que h? mais civilidade, certos epis?dios nos fazem voltar atr?s", continuou o jogador. Liverani defendeu tamb?m que o fen?meno do racismo n?o incide tanto no sul da It?lia.\n\n"Rodei toda a It?lia, aqui em Palermo n?o h? (racismo), talvez porque eles j? s?o discriminados pelo norte da It?lia, mas t?m uma mentalidade diferente", refletiu o jogador. (ANSA)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos