UOL Notícias Notícias
 

06/10/2008 - 13h45

Procuradoria de Mil?o pede 13 anos de pris?o a ex-dono da Parmalat

ANSA

MIL?O, 6 OUT (ANSA) - A Procuradoria de Mil?o pediu 13 anos de pris?o para o ex-propriet?rio da Parmalat, Calisto Tanzi, acusado de ser o respons?vel pela quebra da empresa.\n\nO pedido foi formulado pelo procurador Eugenio Fusco, que conduziu as investiga??es junto com Francesco Greco e Carlo Nocerino. Tanzi ? acusado de agiotagem, de n?o cooperar com a atividade dos ?rg?os de vigil?ncia e de haver falsificado o balan?o da empresa. \n\nA Procuradoria tamb?m pediu mais tr?s anos e meio de pris?o para o ex-respons?vel pela Parmalat na Venezuela, Giovanni Bonici, e para Antonio Luzi, ex-credor do banco Bank of America. \n\nPara o ex-conselheiro independente do grupo, Enrico Barachini, a pena pode ser de at? quatro anos, enquanto o ex-gerente do Bank of America, Luca Sala, pode ser condenado a seis anos de reclus?o. \n\nA Italaudit, empresa de auditoria internacional que tamb?m teria participado das fraudes, pode ser condenada ao pagamento de uma multa de 300 mil euros, mais o confisco de 600 mil euros. (ANSA)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host