UOL Notícias Notícias
 

05/11/2008 - 13h50

Sites ligados à Jihad Islâmica insultam Obama

ANSA
BEIRUTE, 5 NOV (ANSA) - Os sites supostamente ligados à Jihad Islâmica, que reproduzem a propaganda fundamentalista, reagiram à eleição de Barack Obama à presidência dos EUA com uma série de insultos racistas e definiram o resultado da eleição "um sinal implícito da rendição norte-americana" e "uma indicação da vontade do povo norte-americano de fazer um acordo com a Al-Qaeda".

O novo presidente dos EUA foi definido em diversos comentários como "um escravo negro", "um negro blasfemo chefe de uma nação blasfema", e muitos insultos também foram dirigidos à primeira-dama, Michelle Obama.

"Como os exércitos cruzados se rebelaram à Igreja após a derrota contra o Islã, como os turcos escolheram o nacionalismo de Ataturk após a queda do Império Otomano, assim também os norte-americanos entenderam que foram derrotados e alteraram sua ordem interna", afirma o site al-Hisba, que apóia os "combatentes da Al-Qaeda".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host