UOL Notícias Notícias
 

24/11/2008 - 18h43

Equador voltará a exigir antecedentes criminais de colombianos

ANSA
QUITO, 24 NOV (ANSA) - O governo do Equador voltará a exigir de cidadãos colombianos que queiram entrar no país certificados de antecedentes criminais. A medida, explicou hoje o ministro da Segurança Interna e Externa equatoriano, Gustavo Larrea, tem como objetivo impedir que criminosos cruzem a fronteira.

O procedimento, cuja implementação ainda não foi oficializada pelo presidente Rafael Correa, valerá tanto para quem chegar ao Equador por fronteiras terrestres como para passageiros que desembarcarem em aeroportos.

A exigência dos certificados, que havia sido suspensa por Correa no início de seu governo em solidariedade ao povo colombiano -- um grande número de refugiados do país buscam abrigo no Equador por causa de conflitos armados --, será retomada devido ao crescimento dos índices de criminalidade e insegurança, explicou Larrea.

O ministro indicou, porém, que a adoção da medida de forma isolada não será suficiente, dado que os documentos poderiam ser falsificados. Por este motivo, explicou, o governo equatoriano intensificará outras estratégias de defesa.

Um exemplo é o uso de um sistema biométrico para identificar impressões digitais, que já está presente em pontos da fronteira e será levado aos aeroportos de Quito e Guayaquil.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host