UOL Notícias Notícias
 

10/12/2008 - 15h37

Colômbia: Uribe oferece recompensa a guerrilheiros das Farc que ajudarem na libertação dos reféns

ANSA
BOGOTÁ, 10 DEZ (ANSA) - O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, disse nesta quarta-feira que concederá liberdade e recompensas aos guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) que ajudarem no resgate de reféns da guerrilha.

"Quando se dá um intercâmbio humanitário, uns têm que sair das prisões e outros têm que sair do cativeiro dos seqüestradores. Nesses casos, nós assimilamos a liberdade que se oferece aos guerrilheiros, qualquer que seja a natureza dos crimes em que estejam envolvidos, ao intercâmbio humanitário", declarou Uribe.

A proposta do presidente colombiano chega um dia após a viagem para Paris do guerrilheiro Wilson Bueno Largo, que em outubro ajudou o ex-parlamentar Oscar Tulio Lizcano a fugir do cativeiro das Farc e que agora recebe asilo político na França.

Uribe esclareceu que sua oferta não representa uma anistia nem um indulto, mas uma "liberdade com recompensa", que, segundo ele, assemelha-se com os casos de intercâmbio humanitário.

"Foram cometidos crimes atrozes, não se pode garantir anistia e não se pode dar indultos. A lei proíbe. Porém, o governo lhes dará liberdade e lhes dará recompensa", concluiu o presidente.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,12
    68.634,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host