UOL Notícias Notícias
 

18/12/2008 - 19h25

Peru: Alan García diz que não se senta do lado de "ditaduras"

ANSA
LIMA, 18 DEZ (ANSA) - O presidente do Peru, Alan García, disse nesta quinta-feira que se recusa a sentar ao lado de "ditaduras", em uma suposta referência a alguns dos governos que participaram, entre terça e quarta-feira, das cúpulas realizadas na Costa do Sauípe. García não viajou ao Brasil.

Em uma cerimônia de encerramento do ano letivo na Academia Diplomática, entidade ligada ao Ministério das Relações Exteriores, o presidente afirmou que "desenvolvimento, democracia e direitos humanos" são os valores que devem caracterizar o Peru.

Em seguida, ressaltou que o país expressa um "valor democrático" e que "não se senta ao lado de ditaduras e de quem não vive democraticamente".

Ao lado da Colômbia, o Peru é hoje um dos aliados mais próximos dos Estados Unidos na América do Sul. Há cerca de dois anos, o país assinou um Tratado de Livre Comércio (TLC) com o governo norte-americano, cuja entrada em vigor é esperada para 2009.

O vice-presidente do país, Luis Giampietri, foi quem representou García durante a Cúpula do Mercosul, a reunião da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) e o encontro entre líderes da América Latina e do Caribe, encerrados ontem na Bahia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host