UOL Notícias Notícias
 

19/12/2008 - 08h30

Polícia paraguaia investiga morte de fazendeiro argentino

ANSA
ASSUNÇÃO, 19 DEZ (ANSA) - A polícia paraguaia realiza uma intensa investigação para esclarecer o assassinato de um jovem empresário argentino, proprietário de uma fazenda em Puerto Marangatú, a 400 quilômetros ao noroeste de Assunção.

Esteban Andreoli, de 28 anos, foi encontrado ao lado do engenheiro agrônomo paraguaio Modesto Gamarra, 51, que trabalhava na fazenda. Ambos estavam amarrados e tinham ferimentos de faca.

A polícia está investigando o segurança do estabelecimento, Alfonso Ayala, que não estava no local no momento em que deveria trocar o posto com seu colega.

Os corpos foram encontrados nessa quinta-feira e não há até o momento dados concretos que permitam dizer com precisão a causa do duplo crime, disse à ANSA um policial que preferiu o anonimato.

A fazenda da família Andreoli tem 2.800 hectares de plantio mecanizado, de propriedade da empresa Grupo Especial de Seguridad León S.R.L. Um funcionário afirmou que o jovem empresário falecido pertence a uma importante família argentina com investimentos em projetos agropecuários nesse país e no Uruguai.

A fonte policial indicou que uma primeira versão leva à hipótese de que poderia se tratar de um crime com intenção de roubo, pois a empresa devia pagar este mês salários e bônus aos seus funcionários, mas a investigação ainda está em andamento.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host