UOL Notícias Notícias
 

05/01/2009 - 11h15

Human Rights Watch reclama ingresso de jornalistas em Gaza

ANSA
ROMA, 5 JAN (ANSA) - A organização internacional de direitos humanos Human Rights Watch (HRW) pediu nesta segunda-feira que Israel autorize imediatamente o acesso de jornalistas e observadores a Gaza.

"O acesso a Gaza deve ser consentido aos jornalistas e aos observadores para que monitorem e relatem a conduta de ambas partes", diz em um comunicado Fred Abrahams, responsável pela organização humanitária.

A HRW pediu que o governo de Israel respeite a sentença da Corte Suprema de Jerusalém, de 31 de dezembro de 2008, que permitiu o acesso de 12 jornalistas estrangeiros à região.

O governo respondeu a essa sentença prometendo a entrada de oito correspondentes apenas nos dias de abertura da passagem de Erez, que ainda continua fechada.

No fim de novembro, segundo a organização, os principais veículos de comunicação internacionais escreveram uma carta ao premier israelense, Ehud Olmert, lamentando a proibição e consideraram "prolongado e sem precedentes" o bloqueio de acesso aos jornalistas na Faixa de Gaza.

Desde o início da ofensiva israelense contra o território palestino, os pontos de passagem de ambos os territórios estão abertos unicamente para o envio de ajuda humanitária internacional.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host