Caso Battisti: Líder comunista ironiza polêmica por amistoso e sugere que Berlusconi suspenda contratos de brasileiros do Milan

ROMA, 29 JAN (ANSA) - O político Alessandro Pignatiello, membro do Partido dos Comunistas Italianos (PDCI), criticou nesta quinta-feira o ministro da Defesa do país, Ignazio La Russa, que defendeu o cancelamento do amistoso entre Brasil e Itália, marcado para o dia 10 de fevereiro em Londres.

Para o ministro, a não realização da partida, sugerida pelo subsecretário das Relações Exteriores do país, Alfredo Mantica, serviria como uma forma de protestar contra a decisão do ministro da Justiça do Brasil, Tarso Genro, de conceder o status de refugiado político ao ex-militante de esquerda Cesare Battisti.

Em tom irônico, o líder comunista afirmou que, "se o debate chegar a tal nível", La Russa deverá pedir ao premier Silvio Berlusconi que suspenda, até a resolução do caso, os contratos dos jogadores brasileiros do Milan, entre eles Kaká, Ronaldinho e Alexandre Pato. Berlusconi é o dono do clube.

"Sejamos sérios! Ao pedir o cancelamento do jogo, o ministro La Russa se expõe ao ridículo, e pode fazer o mesmo com todo o país", criticou Pignatiello.

Embora inúmeros políticos italianos tenham apoiado a ideia do subsecretário Mantica, o governo do país confirmou a realização da partida, sob o argumento de que "os casos políticos ou diplomáticos, apesar de relevantes, não devem comprometer a realização de manifestações esportivas".

Brasil e Itália vivem uma grave crise diplomática desde o último dia 13, quando Genro concedeu a Battisti o status de refugiado político no Brasil. Na última terça-feira, o país europeu chamou para consultas seu embaixador em Brasília, Michele Valensise.

Battisti, hoje com 54 anos, foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos cometidos entre 1978 e 1979, quando era membro da organização Proletários Armados pelo Comunismo (PAC).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos