UOL Notícias Notícias
 

03/02/2009 - 16h14

Presidente da Itália pede mobilização contra 'esporte da violência' contra imigrantes

ANSA
LUXEMBURGO, 3 FEV (ANSA) - O presidente da Itália, Giorgio Napolitano, pediu nesta terça-feira às forças políticas e sociais do país que se mobilizem contra o que definiu como "o 'esporte' da violência em relação aos trabalhadores imigrantes".

Desta forma, pelo segundo dia consecutivo Napolitano faz referência indireta ao caso do imigrante indiano de 35 anos que no último fim de semana foi espancado e teve o corpo queimado nas proximidades de Roma.

"Devemos cessar o culto à violência ou o 'esporte' da violência em relação aos trabalhadores imigrantes", pediu o presidente, argumentando que os "sintomas alarmantes" de racismo e xenofobia precisam ser enfrentados "com a máxima clareza e firmeza".

"Ontem fiz um apelo às forças políticas e culturais e a quem tem a responsabilidade sobre as instituições e as estruturas educativas", lembrou Napolitano.

Para ele, os recentes episódios de violência contra imigrantes que vivem no país não são fatos isolados, mas seguem "uma tendência que infelizmente está crescendo".

Também ontem, o chanceler italiano, Franco Frattini, comentou os casos de racismo que vêm se intensificando no país. "É necessário distinguir corretamente entre os que não respeitam a lei, que são expulsos e repatriados, e aqueles que por sua vez a respeitam, que são integrados", enfatizou.

As autoridades italianas prenderam três jovens suspeitos de terem ataedo fogo no indiano, os quais disseram que estavam "apenas se divertindo". Um deles é menor de idade.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host