UOL Notícias Notícias
 

09/02/2009 - 16h08

Decisão sobre caso Eluana sairá na quarta-feira

ANSA
ROMA, 9 FEV (ANSA) - A decisão final sobre o projeto de lei que poderá interromper o processo de morte de Eluana Englaro será dada pela Câmara dos Deputados da Itália na próxima quarta-feira, por volta das 14 horas (11h em Brasília). Por decisão dos líderes das bancada da casa, a votação será secreta. A audiência da Câmara começará na terça-feira à tarde, por volta de 17h (14h em Brasília), mas a decisão só sairá no dia seguinte. Segundo o regulamento da casa, questões ligadas a assuntos de saúde são votadas secretamente e com urgência. Antes da votação, o projeto de lei passará por uma comissão competente, que se reunirá na manhã desta terça-feira.

Eluana sofreu um acidente de carro em 1992 e desde então está em estado vegetativo irreversível. Durante anos, seu pai, Beppino Englaro, tentou na Justiça conseguir o direito de interromper a alimentação e a hidratação que a mantêm viva.

Após uma longa disputa, ele obteve um parecer favorável, ratificado pela máxima instância do Judiciário italiano. No último sábado, foi retirada a sonda que nutria o organismo da paciente.

Para tentar impedir a morte da italiana, o governo do premier Silvio Berlusconi tentou aprovar na semana passada um decreto-lei que anularia o efeito da decisão judicial, mas o documento foi vetado pelo presidente do país, Giorgio Napolitano, que o considerou inconstitucional.

Com isso, o governo recorreu a um projeto de lei, que tem o mesmo texto rejeitado anteriormente. A nova medida está sendo discutida pelo Senado, que votará sua aprovação amanhã. Posteriormente, seguirá para a Câmara.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h19

    -0,15
    3,131
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h26

    0,42
    76.292,47
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host