UOL Notícias Notícias
 

17/03/2009 - 11h03

Bolívia: Dirigente indígena anuncia candidatura às eleições presidenciais

ANSA
LA PAZ, 17 MAR (ANSA) - O dirigente indígena Alejo Veliz Lazo anunciou na última segunda-feira sua candidatura à presidência da Bolívia para as eleições gerais de 6 de dezembro, em oposição ao atual presidente, Evo Morales, que buscará a reeleição.

Veliz Lazo anunciou que será candidato pelo Povos pela Liberdade e Soberania (Pulso), partido criado por ele para disputar as eleições, declarando que terá "o grande desafio de unir os povos originários com os demais setores da sociedade boliviana, afastando o racismo impulsionado pelo governo".

Ainda que outros dirigentes políticos já tenham demonstrado interesse em enfrentar Evo Morales nas eleições gerais de dezembro, Alejo Veliz é o primeiro a oficializar a candidatura. O prefeito de Potosí, René Joaquino, da AliançaSocial (AS), também de origem indígena, já havia declarado sua intenção de concorrer ao pleito.

Veliz Lazo, que chegou a atuar ao lado de Morales na década de 1990, ainda não definiu quem será o candidato a vice-presidente. "Mas lhes asseguro que meu vice nunca será um terrorista condenado", afirmou, referindo-se ao atual vice, Álvaro García Linera, que cumpriu pena de cinco anos.

Em reprovação ao governo de Morales, o dirigente opinou que o presidente "decidiu apenas atacar seus adversários políticos, esquecendo a importância do componente econômico e do desenvolvimento do país".

A Corte Eleitoral confirmou ter reconhecido a pessoa jurídica do partido Pulso, que está habilitado a postular candidatos a presidente, vice-presidente e membros da futura Assembleia Legislativa Plurinacional.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host