UOL Notícias Notícias
 

27/03/2009 - 17h47

(Corrige)Chávez e Uribe se reunirão em abril na Venezuela

ANSA
BOGOTÁ, 27 MAR (ANSA) - O ministro das Relações Exteriores da Colômbia, Jaime Bermúdez, anunciou nesta sexta-feira que os presidentes de seu país, Álvaro Uribe, e da Venezuela, Hugo Chávez, devem se reunir em Caracas entre os dias 14 e 15 de abril, pouco antes da Cúpula das Américas, que ocorre em Trinidad e Tobago entre os dias 17 e 19.

Este será o 12º encontro oficial dos dois mandatários. A última ocorreu em 24 de janeiro na cidade colombiana de Cartagena, quando discutiram o aprofundamento das relações bilaterais.

Segundo o anúncio feito hoje por Bermúdez, "os presidentes vão se reunir de novo antes da Cúpula das Américas". "Vamos ver se eles podem se encontrar no dia 14 ou 15 de abril", disse.

O chanceler recordou que, há uma semana, uma delegação colombiana liderada por ele visitou a Venezuela para discutir temas econômicos, como produção de biocombustíveis, e outros aspectos da agenda comercial.

O ministro indicou que há "sinais muito positivos" para avançar também nas relações políticas entre os dois países, conturbadas desde novembro de 2007, quando Uribe interrompeu a mediação que Chávez realizava junto às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) para tentar a libertação de reféns.

O nível de tensão voltou a subir em março do ano passado, quando a Força Aérea colombiana bombardeou um acampamento das Farc no Equador.

Na ocasião, Chávez manifestou apoio ao presidente do Equador, Rafael Correa, e ordenou o envio de soldados à fronteira de seu país com a Colômbia, medida que classificou como "defensiva".

"Indigno", "mentiroso" e "belicista" foram alguns dos termos usados por Chávez para se referir a Uribe, que por sua vez chamou o venezuelano de "patrocinador do terrorismo", "cúmplice de terroristas" e "expansionista".

Mais recentemente, Chávez atacou o ministro colombiano da Defesa, Juan Manuel Santos, definindo-o como "inimigo da Venezuela". As críticas foram feitas depois que Santos defendeu o ataque realizado contra as Farc no Equador

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h49

    -0,33
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h59

    1,54
    62.625,27
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host