UOL Notícias Notícias
 

08/04/2009 - 14h53

Itália: 'Situação é pior do que eu pensava', diz Berlusconi em L'Aquila

ANSA
L'AQUILA, 8 ABR (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, visitou novamente nesta quarta-feira a região de Abruzzo, atingida por um terremoto na madrugada de segunda, e disse que os danos causados pelo tremor "são piores do que ele pensava".

"Era importante que eu viesse aqui", disse o premier, que está na cidade de L'Aquila, capital de Abruzzo e apontada como epicentro do terremoto, que atingiu 5,8 graus na escala Richter.

Berlusconi revelou que, quando sobrevoou a área atingida, ainda na segunda-feira, pensou que somente as edificações mais antigas haviam sido danificadas. Hoje, porém, ao caminhar por L'Aquila, ele disse ter percebido que a destruição "é geral e que não há nenhuma casa inteira".

Devido à gravidade da situação, o primeiro-ministro prometeu continuar visitando Abruzzo. Ao falar de L'Aquila, ele lamentou que o município tenha se tornado uma "cidade fantasma" e pediu uma "reação diante desta tragédia".

"Devemos reagir a esta tragédia. Esta é uma cidade que não só ficou ferida, mas em condições verdadeiramente dramáticas, com tantos prédios históricos danificados, alguns dos quais precisaremos derrubar para reconstruir. Um trabalho para o qual ninguém é capaz de fazer previsões", explicou Berlusconi.

Também hoje, o premier informou que os funerais das vítimas fatais do terremoto serão realizados na sexta-feira, às 11h (16h de Brasília), com a presença do bispo de L'Aquila, monsenhor Giuseppe Molinari, e sob a coordenação do cardeal Tarcisio Bertone, secretário de Estado do Vaticano.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host