UOL Notícias Notícias
 

09/04/2009 - 11h49

Itália: Berlusconi sugere que outros países adotem monumentos de Abruzzo

ANSA
ROMA, 9 ABR (ANSA) - O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, sugeriu nesta quinta-feira aos chefes de Estado e de Governo estrangeiros dispostos a ajudar que "'adotem" um monumento histórico ou igreja danificada pelo terremoto ocorrido na última segunda-feira em Abruzzo. Berlusconi conversou por telefone hoje com o presidente da República do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, e com os primeiros-ministros do Paquistão, Yousaf Raza Gillani, da Irlanda, Brian Cowen, da Eslovênia, Borut Pahor, e da França, François Fillon. "Recebi a solidariedade de muitos líderes estrangeiros. Fillon (premier francês) me disse que está interessado na construção de um hospital", afirmou Berlusconi em entrevista coletiva concedida no Palazzo Chigi, sede do governo italiano. Segundo nota divulgada pelo governo, diversos países expressaram seu pesar e compaixão em relação à tragédia, manifestando ampla disponibilidade em oferecer ajuda e assistência técnica. O premier italiano os tranquilizou e enfatizou o caráter oportuno e a eficácia das atividades de socorro. "A todos temos dito que nosso país pode cuidar sozinho das ações de emergência, mas lançamos a ideia de convergir a ajuda deles para a reconstrução de edifícios públicos, aos quais será atribuído o nome do país que se interessar pela reconstrução", afirmou o premier. Berlusconi explicou que será feita uma lista dos vários bens, "e cada um poderá intervir de acordo com a sua disponibilidade de gastos". Anteriormente, entre as ofertas de ajuda feitas por outros países, a Itália havia aceitado apenas a ajuda dos Estados Unidos para a reconstrução do patrimônio histórico da região. Na madrugada da última segunda-feira, a região de Abruzzo, e principalmente sua capital L'Aquila, foi abalada por um terremoto de 5,8 graus na escala Richter, que devastou também grande parte das localidades próximas. Segundo informou o Ministério dos Bens e Atividades Culturais, 100% dos monumentos localizados na região atingida foram destruídos ou sofreram graves danos em consequência do tremor. Entre as obras, foi anunciado hoje o desmoronamento da abóbada romântica da Basílica de Santa Maria di Collemaggio, na cidade de L´Aquila, capital de Abruzzo. No local está enterrado o papa Celestino V. As relíquias de Celestino V, que foi Pontífice por alguns meses em 1924, pois renunciou ao cargo, conseguiram ser salvas do terremoto que ocorreu na cidade em 1703, quando o telhado construído em 1278 suportou os tremores. No entanto, a edificação desabou após sofrer o abalo sísmico do início da semana.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host