Berlusconi pede 'mais esforço' a Ronaldinho Gaúcho

MILÃO, 29 ABR (ANSA) - O premier italiano e dono do Milan, Silvio Berlusconi, pediu hoje ao meia brasileiro Ronaldinho Gaúcho que "se esforce mais" para não "frustrar" as esperanças dos torcedores da equipe que ainda acreditam na conquista do Campeonato Italiano desta temporada.

"No ano passado, as pessoas me pediram para trazer Ronaldinho. Eu cumpri, e agora é o jogador brasileiro quem deve lembrar que sua chegada era um desejo de todos", disse ele.

Ronaldinho não atravessa um bom momento no futebol italiano. Após chegar ao Milan cercado de expectativas, o atleta viu seu rendimento cair e começou as últimas nove partidas da equipe no banco. Nas ocasiões em que entrou, deixou a desejar.

Em relação a outro brasileiro que joga no Milan, o meia Kaká, Berlusconi disse esperar que o atleta permaneça no clube, mas afirmou que não se oporia caso ele decidisse sair. "Não é nosso costume ficar com alguém contrariando a sua vontade", explicou.

Entrevistado pela TV italiana, o primeiro-ministro considerou "legítimo" que o Milan sonhe com o título do campeonato nacional, mesmo estando sete pontos atrás da líder Inter de Milão e com cinco rodadas para o fim do torneio. Berlusconi também admitiu que a permanência do criticado treinador Carlo Ancelotti no comando da equipe será revista ao final da temporada.

"Garanto que não fizemos nenhuma sondagem para substituí-lo", disse ele, que respondeu a uma pergunta sobre a possibilidade de que o ex-jogador Leonardo, que atualmente trabalha no Milan como dirigente, assuma a função de técnico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos