UOL Notícias Notícias
 

29/04/2009 - 11h01

Panamá: Candidata governista encerra campanha presidencial

ANSA
CIDADE DO PANAMÁ, 29 ABR (ANSA) - A candidata governista à presidência do Panamá, Balbina Herrera Araúz, encerrou ontem sua campanha para as eleições do próximo domingo, acompanhada pelo atual presidente do país, Martín Torrijos.

No último ato de sua campanha, em uma avenida no centro da capital, a candidata pelo Partido Revolucionário Democrático (PRD) pediu a oportunidade para continuar as obras de Torrijos e disse ter "muito orgulho" de suas origens.

"Sou a filha da dona Tina, uma antiga empregada doméstica, e tenho muito orgulho das minhas origens", afirmou a candidata, que concorrerá à presidência no próximo domingo com o empresário de origem italiana Ricardo Martinelli, da coalizão oposicionista Aliança para a Mudança, e com o ex-presidente Guillermo Endara (1989-1994), da Vanguarda Moral.

"Trabalhamos ombro a ombro com Torrijos e somos parte deste governo", acrescentou Herrera, que foi prefeita, deputada por três vezes e ministra da Habitação até o ano passado.

O presidente panamenho, por sua vez, elogiou a origem humilde da candidata e sua capacidade de trabalho e organização.

"Vamos ganhar estas eleições", enfatizou Torrijos, agradecendo Herrera por tê-lo ajudado a vencer as últimas eleições, em 2004.

No próximo dia 3, os panamenhos escolherão o novo presidente, que governará o país por cinco anos, deputados para a Assembleia Nacional e para o Parlamento Centro-Americano (Parlacen), prefeitos e vereadores.

Caso Herrera vença, ela será a segunda mulher a ocupar a presidência do país, após Mireya Moscoso, que governo de 1999 a 2004.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host