UOL Notícias Notícias
 

14/05/2009 - 09h38

Em última missa aberta na Terra Santa, Bento XVI exalta papel da mulher

ANSA
NAZARÉ, 14 MAI (ANSA) - O papa Bento XVI ressaltou nesta manhã o papel das mulheres na sociedade, durante a última missa aberta ao público que celebrou na Terra Santa, no Monte do Precipício, localizado na cidade de Nazaré, em Israel.

Na celebração, que marcou o encerramento do Ano da Família, o Pontífice afirmou que é preciso respeitar a "dignidade" das mulheres, tanto das mães de família, que trabalham e estão presentes em instituições da sociedade, como nas que escolheram seguir o chamado do Senhor.

Segundo o Papa, as mulheres têm uma função indispensável de criar a "ecologia humana" que o mundo tanto precisa: um ambiente em que as crianças aprendem "a amar e respeitar os outros, a serem honestas e a praticarem as virtudes da misericórdia e do perdão".

Bento XVI pediu também para que cristãos e muçulmanos rejeitem "o poder destrutivo do ódio e do prejuízo, que saem da alma humana antes que o corpo", e edificarem "pontes" com o objetivo de encontrar "modos para uma pacífica convivência".

Com uma população majoritariamente árabe, Nazaré é marcada por tensões entre os seguidores das duas religiões. Um exemplo é o caso da construção de uma mesquita próxima à Basílica da Anunciação, sagrada ao cristianismo. O projeto da obra, no entanto, está embargado desde 2001.

Comentando que os conflitos entre muçulmanos e cristãos em Nazaré denegriram as relações entre as duas comunidades, o Papa convidou "as pessoas de boa vontade" a dialogarem para reparar tais danos e a crerem em um único Deus. Além dos fiéis católicos da Terra Santa, compareceram à missa norte-americanos e europeus, entre cidadãos de outras regiões do mundo.

Grande parte da multidão, composta por famílias, jovens e crianças, usava um chapéu branco com o símbolo da Cidade do Vaticano, acessório que se tornou marca das missas públicas de Bento XVI na região.

Alguns presentes carregavam cartazes com inscrições em inglês ou italiano. Entre os jingles mais cantados em homenagem ao Papa foi "As we love John Paul II, Benedictus we love you, too", que quer dizer "Do mesmo modo que nós amamos João Paulo II, Bento XVI amamos você também".

Segundo fontes locais, cerca de 25 mil fiéis participaram da celebração. O local tem capacidade para receber 40 mil.

Ainda hoje o Papa vai se reunir com líderes religiosos da Galileia, com o primeiro-ministro israelense, Benyamin Netanyahu, e visitar a Gruta da Anunciação, local em que, de acordo com a Bíblia, o anjo Gabriel anunciou a Maria o nascimento de Jesus Cristo.

O Pontífice encerra amanhã sua peregrinação à Terra Santa, iniciada sexta-feira passada na Jordânia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host