UOL Notícias Notícias
 

20/05/2009 - 18h09

Presidente do Paraguai substitui comando militar

ANSA
ASSUNÇÃO, 20 MAI (ANSA) - O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, destituiu hoje os comandantes do Exército, da Marinha e da unidade de Engenharia do Exército por terem permitido a realização de um encontro de jovens esquerdistas sul-americanos em um quartel.

A decisão foi anunciada em um comunicado divulgado pelo governo. O general Alfredo Machuca cedeu lugar na chefia do Exército ao general Oscar Velázquez.

Na Marinha, o contra-almirante Rubén Valdez foi substituído por Claudelino Recalde. Também houve mudança no comando da unidade de Engenharia, com a troca de Felipe Cañete por Roberto Bareiro.

A Constituição do país proíbe que militares participem ou promovam atividades políticas e partidárias em instalações das Forças Armadas.

A reunião, chamada de II Encontro de Jovens Progressistas da América Latina, foi realizada na base do Comando de Engenharia do Exército, com mais de mil presentes. O local foi decorado com cartazes e bandeiras que remetiam a ícones da esquerda latino-americana, como o guerrilheiro argentino Ernesto Che Guevara, e a partidos políticos da coalizão governista paraguaia.

O contra-almirante Valdez afirmou que a autorização para o encontro teria sido dada pelo próprio presidente Lugo. A imprensa local, por sua vez, divulgou um panfleto que foi distribuído no qual há a informação de que o encontro havia realmente ocorrido com o aval do mandatário.

Ao ser informado sobre a realização do congresso, Lugo expressou "total rejeição e desaprovação ao uso de unidades militares para manifestações políticas".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host