UOL Notícias Notícias
 

15/06/2009 - 17h17

Governo paraguaio nega intenção de dissolver Congresso

ANSA
ASSUNÇÃO, 15 JUN (ANSA) - O chefe de gabinete do governo paraguaio, Miguel López Perito, garantiu hoje que o presidente Fernando Lugo não tem qualquer intenção de dissolver o Congresso do país.

"O governo do presidente Lugo tem como meta o respeito à Constituição e às leis, o que significa respeito ao Congresso e aos demais poderes", disse.

Na semana passada, o presidente paraguaio adiantou que poderia promover um referendo que, entre outros pontos, possibilitaria avaliar o Poder Legislativo.

A ideia foi imediatamente rejeitada pela oposição, que manifestou preocupação com uma possível guinada autoritária.

Perito reiterou, no entanto, que ainda se discute a ideia de realizar uma "consulta popular". Também nesta segunda-feira, o bispo Mario Medina, que é próximo de Lugo, voltou a alegar que o Congresso não age em benefício do povo paraguaio.

Na mesma linha, o líder camponês Elvio Benítez, também aliado do governo, disse que é necessário "varrer" o Parlamento. Nos últimos meses, intensificaram-se as críticas feitas por aliados do presidente à atuação dos congressistas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host