UOL Notícias Notícias
 

23/06/2009 - 15h13

BC mexicano indica queda em nível de reservas internacionais

ANSA
CIDADE DO MÉXICO, 23 JUN (ANSA) - As reservas internacionais do México encolheram US$ 342 milhões na última semana, revertendo a ligeira recuperação registrada anteriormente, informou hoje o Banco Central do país.

De acordo com a instituição, hoje as reservas somam US$ 74 bilhões -- US$ 11 bilhões a menos que no mesmo período do ano anterior. Em 19 de junho de 2008, a quantia era estimada em US$ 85 bilhões.

A baixa obedeceu a uma compra de divisas do governo federal no valor de US$ 71 milhões, de acordo com a política de intervenção das autoridades monetárias para evitar uma brusca queda do peso mexicano.

As reservas internacionais já alcançaram um nível máximo de US$ 86 bilhões em 18 de julho de 2008, mas o montante diminuiu em parte devido à injeção de dólares do Banco Central no mercado de câmbio.

O México e o Brasil são os países que detêm as mais altas reservas internacionais na América Latina.

Em abril, o México recorreu ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e obteve uma linha de crédito flexível de US$ 47 bilhões, a maior deste tipo já concedida pela entidade.

A ideia do governo mexicano é usar o dinheiro justamente para reforçar o nível de suas reservas internacionais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host