UOL Notícias Notícias
 

24/06/2009 - 10h05

Itália ainda espera cooperação do Irã para estabilização do Afeganistão

ANSA
ROMA, 24 JUN (ANSA) - A Chancelaria italiana manifestou seu desejo de que, no futuro, o Irã possa se empenhar de forma mais sólida no processo de estabilização do Afeganistão, após receber a confirmação de que o chefe da diplomacia iraniana, Manuchehr Mottaki, não participará da conferência de chanceleres do G8 (grupo dos sete países mais industrializados e a Rússia).

Os ministros das Relações Exteriores do grupo se encontrarão entre amanhã e sábado, em Trieste, para discutir a situação política no Oriente Médio, em especial no Afeganistão e no Paquistão. O Irã foi convidado pela Itália, país que preside o G8, com o objetivo de impulsionar sua participação regional.

O encontro também será uma prévia da Cúpula dos líderes do G8, que será realizada em L'Aquila, entre 8 e 10 de julho.

A Chancelaria italiana disse que a decisão de Mottaki corresponde à posição apresentada pela Itália à Embaixada iraniana em Roma na noite de ontem.

A diplomacia do governo do premier Silvio Berlusconi considerava que o representante iraniano não deveria, de fato, participar da conferência, devido aos conflitos vividos no país. O convite ao Irã para a conferência de Trieste tinha sido feito meses atrás, mas até ontem Teerã não havia confirmado a presença.

A decisão de não participar foi confirmada oficialmente hoje por Mottaki, em virtude das intensas manifestações nas ruas do Irã contra o resultado das eleições que ratificaram o presidente Mahmoud Ahmadinejad no poder. A oposição e seus aliados acusam o pleito de ter sido fraudulento. Em algumas regiões, o número de votos superou o de eleitores.

Na segunda-feira, o chanceler italiano, Franco Frattini, criticou a demora do Irã em confirmar ou cancelar sua presença. "A três dias da conferência não tenho ainda uma resposta. Devo considerar que o Irã tenha recusado o convite. A presidência do G8 não pode esperar muito", disse Frattini na ocasião.

Ontem, o chefe da diplomacia italiana tinha declarado ainda que "em Trieste não se poderia fingir que nada está acontecendo [no Irã]" e que, por isso, seria melhor que Mottaki não participasse da conferência.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host