UOL Notícias Notícias
 

01/07/2009 - 13h40

Em represália, Itália chama embaixador em Honduras para consultas

ANSA
ROMA, 1 JUL (ANSA) - O chanceler italiano, Franco Frattini, convocou hoje seu embaixador em Honduras, Giuseppe Magno, para consultas, em reação à destituição do presidente eleito democraticamente no país, Manuel Zelaya.

Nos últimos dias, Frattini manteve estreitos contatos com seus pares europeus e com o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, segundo informou a Chancelaria italiana.

A decisão italiana faz parte da linha adotada por outros países da União Europeia (UE) e de outras nações do mundo. Também chamaram seus representantes diplomáticos para consultas os governos de Espanha, França e Colômbia.

Zelaya foi destituído no último domingo, após ter sido retirado à força de seu país. Em seu lugar, o Congresso designou como presidente Roberto Micheletti.

O presidente deposto está agora no Panamá, para onde viajou para assistir a cerimônia de posse de Ricardo Martinelli, que assume hoje a presidência do país.

Brasil e Argentina, cujos diplomatas designados não estão no país, decidiram não enviá-los.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host