UOL Notícias Notícias
 

15/07/2009 - 13h35

Gripe A: Presidente argentina garante que seu governo 'realmente divulga números'

ANSA
BUENOS AIRES, 15 JUL (ANSA) - A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, colocou hoje em dúvida a precisão das estatísticas mundiais sobre a gripe A (H1N1), ressaltando que seu governo "realmente divulga os números" de casos e mortes provocadas pela doença no país.

"Temos estes números porque nós fornecemos dados. A Argentina é o país que realmente divulga todas as cifras", disse a mandatária.

Cristina respondeu desta forma a questionamentos da imprensa sobre a informação de que a Argentina, com 137 mortes confirmadas, tornou-se o segundo país em número de óbitos decorrentes da nova gripe, atrás apenas dos Estados Unidos, onde 211 pessoas perderam a vida.

"É precipitado fazer avaliações para saber se estamos em primeiro, segundo ou terceiro" lugar, sustentou, lembrando que, anteriormente, "morriam 4.000 pessoas de gripe por ano".

"Não gosto deste ripo de ranking. Estamos trabalhando muito bem. O ministro da Saúde [Juan Manzur] se cercou dos principais infectologistas do país", prosseguiu a presidente, que participou hoje de um ato público no bairro de La Boca, em Buenos Aires.

Perguntada sobre alguma medida especial que tenha adotado pessoalmente para evitar ser infectada, Cristina disse que "sempre lavou as mãos com água e sabão" e que continua cumprimentando as pessoas com um beijo no rosto.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a Argentina tem 3.056 casos da gripe. Em todo o país, para conter a disseminação do vírus, o início das férias escolares foi antecipado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h29

    -0,79
    3,153
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h32

    1,07
    68.704,98
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host