UOL Notícias Notícias
 

24/07/2009 - 18h09

(Amplia) Manuel Zelaya retorna a território hondurenho

ANSA
MANÁGUA, 24 JUL (ANSA) - O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, retornou a seu país e disse que agora quer dialogar com o comando das Forças Armadas.

O mandatário ingressou em território hondurenho por meio da cidade nicaraguense de Las Manos às 14h26 locais (17h26 em Brasília), acompanhado da chanceler Patricia Rodas e de um grupo de simpatizantes.

Zelaya, destituído em um golpe de Estado em 28 de junho, afirmou que aguardará sua família no local. Pouco antes de cruzar a fronteira, ele havia dito que não temia ser preso caso voltasse, como fora prometido pelo governo de facto.

"Tenho o direito de buscar minha casa e minha família, e de cumprir meu mandato. Esta justiça dos golpistas é nula, ninguém a aceita", ressaltou.

O ministro da Segurança, Mario Eduardo Perdomo, confirmou que Zelaya será detido pelas forças de segurança, já que responde a uma série de processos em Honduras.

Após o ingresso do presidente deposto, a vice-chanceler do governo de facto, Martha Alvarado, divulgou um comunicado em que o regime do presidente Roberto Micheletti reiterou seu apoio à mediação conduzida pelo governante da Costa Rica, Oscar Arias.

Na quarta-feira, Zelaya deu por encerrado o diálogo com o regime de facto devido à falta de acordo quando à proposta de Arias para permitir seu retorno.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h19

    -0,24
    3,262
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h24

    0,15
    63.856,37
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host