UOL Notícias Notícias
 

31/07/2009 - 13h00

Colômbia: Procuradoria ordena prisão de 14 envolvidos em escândalo de escutas ilegais

ANSA
BOGOTÁ, 31 JUL (ANSA) - O procurador colombiano Guillermo Mendoza Diago confirmou hoje a emissão de ordem de captura contra 14 ex-funcionários do Departamento Administrativo de Segurança (DAS, serviço secreto) pelas escutas ilegais denunciadas há cerca de seis meses.

"Foi emitida uma ordem contra alguns" dos funcionários que "já haviam sido interrogados, levando-se em conta que há provas suficientes", declarou o procurador.

Segundo Mendoza, os ex-agentes são acusados por crimes de associação para delinquir e interceptações ilegais de comunicações.

Entre os investigados estão o ex-subdiretor do DAS José Miguel Narváez, os ex-diretores de Inteligência e Contra-Inteligência, Fernando Tabares e Jorge Lagos, e a ex-subdiretora de análises Martha Inés Leal, além de dez detetives da instituição.

Os grampos telefônicos foram revelados em fevereiro passado, após denúncia da revista Semana, que levou o governo de Álvaro Uribe a destituir funcionários e agentes do DAS, que atua sob orientação da presidência.

Em maio passado, ex-técnicos do serviço secreto apresentaram em uma rádio colombiana provas das escutas, algumas delas realizadas durante as campanhas presidenciais de 2006.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host