UOL Notícias Notícias
 

21/08/2009 - 14h48

OMS diz que detecção de gripe em perus no Chile é um 'fato isolado'

ANSA
GENEBRA e SANTIAGO DO CHILE, 21 AGO (ANSA) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou hoje que não foi emitido "nenhum alerta" após a detecção do vírus da gripe A (H1N1) em perus de duas granjas da região de Valparaíso, no Chile.

"Não há nenhum alerta em relação ao contágio de perus em duas granjas chilenas. São eventos isolados", afirmou à ANSA o porta-voz do órgão, Gregory Hartl, que esclareceu não haver "sinais de uma eventual mutação do vírus, mas é naturalmente necessário continuar monitorando a situação".

O Chile, um dos países mais atingidos pela gripe A, já registrou mais de 12 mil casos da doença e 128 mortes, segundo dados recentes do Ministério da Saúde.

Na mesma linha da OMS, o especialista italiano Giovanni Rezza, epidemiologista e diretor do departamento de Doenças infecciosas do Instituto Superior de Saúde (ISS) da Itália, disse acreditar que "não deve haver um alarme", desde que "sejam casos isolados".

Rezza lembrou que o Chile não registrou o vírus H5N1, da gripe aviária, e portanto, "o fato de que nesta região o vírus A (H1N1) tenha aparecido em outros animais não aumenta o risco de mutação deste com outros vírus, como o H5N1", por exemplo.

Autoridades chilenas anunciaram ontem a descoberta, possível após uma empresa de criação de perus ter revelado no último dia 13 uma queda na produção de ovos nestas duas criações. As fazendas foram colocadas em quarentena e foram tomadas todas as medidas preventivas. Antes, a gripe havia sido registrada apenas entre humanos e porcos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host