UOL Notícias Notícias
 

09/09/2009 - 09h59

Segundo ministra argentina, EUA dizem não ter planos de ingerência na Am.Latina

ANSA
WASHINGTON, 9 SET (ANSA) - O secretário de Defesa norte-americano, Robert Gates, que ontem se reuniu com a ministra argentina da Defesa, Nilda Garré, negou que os Estados Unidos tenham um projeto de ingerência militar na América Latina.

Segundo informou Garré, durante o encontro que manteve ontem, Gates garantiu que as sete bases locais -- previstas em um acordo militar entre os Estados Unidos e a Colômbia -- serão usadas pelo exército norte-americano com objetivo único de "lutar contra o narcotráfico" nesse país latino.

O secretário ainda retomou as acusações do presidente venezuelano, Hugo Chávez, que -- durante a última cúpula da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), realizada em 28 de agosto -- citou um documento sobre as estratégias dos Estados Unidos para a região.

O texto foi creditado ao Comando de Mobilidade Aérea da Força Aérea norte-americana e propõe um modelo intervencionista das Forças Armadas dos Estados Unidos na América Latina. Mas, segundo Gates, "não expressa a essência da política do governo dos Estados Unidos".

A resposta do secretário "será levada em consideração" pela Unasul, disse Garré, confirmando o encontro de chanceleres e ministros da Defesa dos países-membros da Unasul, que ocorrerá no próximo dia 15 em Quito, no Equador, para abordar essencialmente o acordo entre Colômbia e Estados Unidos.

O tema foi levado ao encontro dos ministros justamente porque os chefes de Governo do bloco sul-americano não chegaram a um consenso durante a reunião extraordinária. Após sete horas de discussões, os líderes deixaram o encontro sem um parecer comum.

Ainda durante a conversa em Washington, Garré e Gates acordaram atualizar os tratados militares entre ambos países na próxima reunião, prevista para outubro na Argentina.

A ministra argentina, que chegou segunda-feira aos Estados Unidos para uma visita de quatro dias, ainda visitou o cemitério Arlington, na Virginia. Hoje, ela se reúne com Dan Restrepo, assessor da Casa Branca para a América Latina, e fará uma conferência na Universidade de Defesa Nacional.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host