UOL Notícias Notícias
 

18/09/2009 - 18h05

Chile já se recupera da crise internacional, diz ministro

ANSA
SANTIAGO DO CHILE, 18 SET (ANSA) - O ministro da Fazenda do Chile, Andrés Velasco, afirmou hoje que a economia do país resistiu bem à crise internacional e já "começa a se recuperar" após o colapso do sistema financeiro.

"Todos devemos estar legitimamente orgulhosos do esforço que fizemos", disse Velasco, que fez a ressalva de que, no entanto, "ainda nos falta muito a fazer".

"Fomos pegos por um vento muito forte vindo de fora, mas resistimos bem. A economia começa a se recuperar, e isto obviamente deve ser comemorado, especialmente durante as festas pela independência", prosseguiu o ministro, que falou durante uma cerimônia realizada nesta sexta-feira por ocasião do aniversário de 199 anos de emancipação do país.

"Fizemos bem as coisas. Economizamos muito antes da crise, reduzimos as dívidas e fortalecemos nossos bancos, de modo que não houve problemas aqui como em outros países, e nossas instituições adquiriram força ao longo dos anos", ponderou o funcionário. "A graça não está em fazer as tarefas depois, mas antes, e conseguimos isso no Chile", complementou.

Também durante a cerimônia, o arcebispo de Santiago, Francisco Javier Errázuriz, considerou que a crise internacional foi provocada pela "irresponsabilidade, cobiça e imoralidade". Ele lembrou que no Chile foram perdidos 700 mil empregos.

Ainda assim, ressaltou que "o efeito [da crise] em nossa pátria foi muito menor que na maioria dos países". "Com gratidão, constatamos que as diferentes coletividades políticas conseguiram chegar à unidade, e a reação de nossas autoridades foi eficaz", destacou o monsenhor.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host