UOL Notícias Notícias
 

20/10/2009 - 12h10

Jornal católico da Itália é contra ensino do Islã nas escolas

ANSA
ROMA, 20 OUT (ANSA) - O jornal dos bispos italianos Avvenire rejeitou, em um editorial publicado hoje, a proposta de introdução do ensino religioso islâmico nas escolas do país, sugerida pelo vice-ministro de Desenvolvimento Econômico, Adolfo Urso, no último sábado.

"O Estado pode esperar que nos programas das matérias ensinadas em qualquer ordem e grau se dê espaço adequado ao conhecimento sobre o Islã", explica o texto. Todavia, "não é possível imaginar, ao menos do ponto de vista jurídico, uma hora de religião islâmica como paralelo da hora de religião católica".

O jornal dos bispos apoia sua opinião dizendo que o catolicismo descende de uma obrigação assumida internacionalmente pela Itália em um acordo assinado com a Santa Sé, que goza, portanto, de cobertura constitucional. Já o universo islâmico é "bastante dividido" e não tem "representação unitária nem acordos com a República Italiana".

O Avvenire acrescenta ainda que a introdução do ensino religioso islâmico nas escolas traria um problema de conteúdo.

"O que os pequenos imigrantes provenientes do Islã precisam é de conhecimento sobre a nossa história, cultura, arte, costumes e até mesmo, com todo o respeito devido à sua liberdade religiosa, da religião tradicional e largamente majoritária entre os italianos", afirma o texto.

Por isso, completa o editorial, o ensino da religião islâmica favoreceria, apesar de qualquer intenção, "a separação e a 'guetização'".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host