UOL Notícias Notícias
 

21/10/2009 - 11h46

Colômbia e Equador adiam outra reunião de comissão binacional

ANSA
BOGOTÁ, 21 OUT (ANSA) - Os Ministérios das Relações Exteriores da Colômbia e do Equador decidiram adiar a reunião da Comissão sobre Desenvolvimento Fronteiriço que estava prevista para amanhã.

A decisão foi tomada durante um telefonema entre os chanceleres da Colômbia, Jaime Bermúdez, e do Equador, Fander Falconí, segundo um comunicado do Ministério colombiano das Relações Exteriores. A nova data ainda não foi definida.

"A nova data do encontro de chanceleres será acordada em breve pelas partes, assim como a [data, ndr.] da reunião da Comissão para Assuntos Sensíveis, que estava prevista para o dia 3 de novembro, e que, por motivos de agenda, deve ser postergada", detalhou o texto.

Na semana passada também foi adiado o encontro da Comissão Binacional de Fronteira (Combifron) que deveria ocorrer na sexta-feira, na cidade equatoriana de Ibarra. As reuniões têm o objetivo de restabelecer as relações diplomáticas entre os dois países, rompidas no ano passado.

Contudo, o adiamento do encontro da Combifron foi ocasionado por uma nova tensão entre os dois países, devido ao fato de um juiz equatoriano ter incluído o comandante das Forças Armadas da Colômbia, general Freddy Padilla, em um processo judicial sobre o ataque realizado pelo Exército colombiano contra um acampamento das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em território equatoriano.

A investigação também já pediu a extradição do ex-ministro da Defesa Juan Manuel Santos. Realizada sem autorização do país vizinho em março de 2008, a ação causou a morte de 26 pessoas, entre elas o segundo líder da guerrilha, Raúl Reyes, além de fazer com que o Equador rompesse relações com a Colômbia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host