UOL Notícias Notícias
 

25/10/2009 - 21h05

Uruguai-Eleições: Governista está perto de alcançar 50% dos votos, diz consultoria

ANSA
MONTEVIDÉU, 25 OU (ANSA) - A coalizão governista Frente Ampla e seu candidato às presidenciais José Mujica estão muito próximos de alcançarem 50% dos votos, mas as primeiras projeções não permitem antecipar se haverá ou não segundo turno nas presidenciais do país, é o que afirma a consultoria Cifra.

"Há uma vantagem para a Frente", disse Luis Eduardo González, da Cifra, ao canal 12.

Segundo ele, Mujica está à frente de seu principal adversário, o ex-presidente Luis Lacalle, do Partido Nacional, mas ainda não há dados para saber se ele conta com a maioria absoluta. Para vencer no primeiro turno, ele precisa obter mais de 50% dos votos.

Ainda de acordo com González, a Frente Ampla também poderá obter a maioria parlamentar.

Cerca de 90% dos 2,5 milhões de uruguaios habilitados às votações compareceram hoje às urnas para eleger o presidente, o vice-presidente, 30 senadores, 99 deputados e cinco membros de cada Junta Eleitoral.

Os cidadãos do país também se pronunciaram em duas consultas sobre reformas constitucionais. Uma diz respeito à possível anulação da Lei de Caducidade, que anistiou acusados por crimes de lesa-humanidade cometidos durante a ditadura (1973-1985). A outra refere-se à possibilidade de uruguaios residentes no exterior poderem participar das eleições por meio do Voto Epistolar (por correspondência).

As primeiras projeções da Corte Eleitoral são esperadas para a noite de hoje.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host