UOL Notícias Notícias
 

06/11/2009 - 13h06

Bento XVI fala de crise econômica em audiência com presidente do Cazaquistão

ANSA
CIDADE DO VATICANO, 6 NOV (ANSA) - O papa Bento XVI e o presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, abordaram a crise econômica mundial, a liberdade religiosa e os processos de paz durante um encontro que mantiveram hoje no Vaticano.

Em um comunicado oficial, a Santa Sé informou que as temáticas estiveram relacionadas à última encíclica papal, chamada "Caritas in Veritate" -- publicada em 7 de julho e na qual o Pontífice se refere a assuntos econômicos -- e ao fato de o Cazaquistão assumir, em 2010, a presidência rotativa da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (Osce).

"Em nível bilateral, foram evocados os bons relacionamentos existentes entre a Santa Sé e a República do Cazaquistão e algumas temáticas da atualidade. Foi ressaltada a pacífica convivência entre os fiéis de diversas religiões e o desejo de um papel sempre mais ativo deles na vida da nação e em favor do bem comum", pontuou a nota.

Na reunião, que durou cerca de 20 minutos, o Pontífice também agradeceu a Nazarbayev por convidar seu antecessor, João Paulo II, a visitar o Cazaquistão em 2001, e por seus "esforços em prol da liberdade religiosa".

Após o diálogo, foi realizada a tradicional troca de presentes. O mandatário deu a Bento XVI uma réplica do Palácio da Paz e da Reconciliação, situado no Cazaquistão, e o Papa retribuiu com uma medalha de seu pontificado.

O presidente, que estava acompanhado por ministros, funcionários do governo e familiares, também se reuniu com o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, e com o secretário vaticano para as Relações com os Estados, monsenhor Dominique Mamberti.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host