UOL Notícias Notícias
 

17/11/2009 - 11h49

Irmã de italiano desaparecido em Fortaleza faz apelo por informações

ANSA
LOCRI (CALÁBRIA), 17 NOV (ANSA) - A irmã do italiano Mario Procopio, desaparecido há 19 dias em Fortaleza, fez hoje um apelo às autoridades brasileiras e ao Ministério das Relações Exteriores da Itália para que esclareçam o que pode ter acontecido com seu familiar.

"Estamos no escuro, seja nós aqui na Itália, seja minha mãe no Brasil. Não é possível que não se consiga saber qualquer coisa sobre o que aconteceu com meu irmão, desaparecido misteriosamente junto a seu automóvel", reclamou Daniela Procopio, que é advogada.

As suspeitas são de que o italiano tenha sido sequestrado.

Os pais e as três irmãs de Mario moram em Locri, na região italiana da Calábria. De acordo com a italiana, sua mãe recebia diariamente uma ligação do filho que vivia no Brasil.

"No dia de seu desaparecimento, apenas algumas horas antes, tinha falado com ela e parecia tranquilo. Nada o fazia temer aquilo que aconteceria e, também nas semanas e meses anteriores, nunca manifestara nenhum temor", explicou a advogada, acrescentando que a família está apreensiva com a situação.

Mario Procopio tem 36 anos e é formado em Informática. Ele havia deixado a Calábria e chegado ao Brasil em 2004, onde abriu uma empresa no setor imobiliário. O italiano tinha um filho, nascido em Fortaleza.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host