UOL Notícias Notícias
 

03/12/2009 - 16h30

Partidos chilenos discutem aliança contra opositor em eleições

ANSA
SANTIAGO DO CHILE, 3 DEZ (ANSA) - Os partidos chilenos que enfrentarão nas eleições presidenciais do dia 13 o candidato opositor Sebastián Piñera, favorito nas pesquisas de intenção de voto, buscam adotar um discurso comum para evitar a vitória do empresário no segundo turno da disputa.Ainda antes do primeiro turno, que ocorrerá no dia 13, apoiadores do candidato Eduardo Frei, da coalizão governista Concertación, trabalham por uma aproximação com o candidato independente Marco Enríquez-Ominami e o postulante do Partido Comunista, Jorge Arrate.O segundo turno está marcado para o dia 17 de janeiro. Segundo o jornal La Nación, na próxima semana deve ser realizada uma reunião entre integrantes do grupo Oceanos Azules, ligados a Frei, e membros do Instituto de Ciências Alejandro Lipschutz, que apoia Arrate.Também deverão estar presentes políticos ligados à candidatura de Enríquez-Ominami. A publicação informou que nos últimos dias integrantes das três equipes analisaram assumir uma possível postura comum visando ao segundo turno.No encontro da próxima semana, especialistas que trabalham nas três campanhas deverão compartilhar análises e reflexões sobre temas de política interna.Porta-vozes de todas as partes asseguram, no entanto, que o contato não tem objetivos eleitorais. Trata-se apenas, alegam, de um encontro de debate, intercâmbio programático e de ideias.De acordo com as pesquisas, o adversário mais provável de Piñera no segundo turno deve ser o governista Eduardo Frei.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host