UOL Notícias Notícias
 

04/12/2009 - 16h08

Igreja italiana diz que é preciso evitar que natal se torne uma festa pagã

ANSA
GÊNOVA, 4 DEZ (ANSA) - O presidente da Conferência Episcopal Italiana (CEI), cardeal Angelo Bagnasco, afirmou hoje que é necessário evitar que o natal perca seu significado religioso e se torne uma "festa de puro consumismo".

"Devemos tentar evitar de todas as maneiras que o natal se torne uma festa pagã, perdendo o caráter religioso e cristão", reiterou o cardeal, que participa hoje da apresentação do novo Anuário Diocesano de Gênova.

Na visão do sacerdote, o mundo atravessa "um momento de dificuldade, certamente também de caráter econômico" e é preciso agora "encontrar os valores que contam na vida humana, pessoal e também social".

"Reencontrar uma economia e um bem-estar como anos atrás, sem o fundamento destes valores, talvez sirva pouco", opinou Bagnasco.

O sacerdote explicou que "o coração do natal cristão é o mistério da encarnação do filho de Deus, feito homem por amor aos homens". Nessa perspectiva, Bagnasco ressaltou que "o natal deve ser preparado e vivido bem na medida em que o coração de cada um se converte ao amor de Deus".

O presidente da CEI esclareceu ainda que este amor deve ser "concreto e não nominal" e precisa se tornar "obra de justiça, de benevolência, de caridade evangélica, caso contrário, o natal continuará somente uma poesia que dura um momento e então termina".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host