UOL Notícias Notícias
 

06/12/2009 - 18h20

Bolívia-Eleições: Morales descarta possibilidade de segundo turno

ANSA
LA PAZ, 6 DEZ (ANSA) - O presidente boliviano, Evo Morales, afirmou estar "seguro" de que vencerá as eleições deste domingo, realizadas em todo o país e pela primeira vez no exterior, e descartou a possibilidade de levar a disputa ao segundo turno.

"Estou certíssimo que vamos vencer nos nove departamentos", disse Morales em Cochabamba. "Por isso, não haverá 'meia lua', haverá uma lua cheia a partir destas eleições", enfatizou.

"Meia lua" é o termo denominativo da oposição boliviana, devido à localização geográfica dos departamentos (estados) do país comandados por opositores. Na região, no leste do país, localizam-se Santa Cruz, Beni, Tarija e Pando.

"Esperamos os resultados, mas já sei qual será. Vencemos as eleições da [Assembleia] Constituinte com mais de 50%, o referendo revogatório e o referendo constitucional com mais de 60%. Agora, temos que subir mais, e serão mais de 70%", prognosticou.

O presidente ainda deu risada quando foi questionado por uma jornalista sobre o possível cenário em um eventual segundo turno. "Quem pode pensar neste momento em segundo turno?", perguntou.

Ele expressou também o seu desejo de que estas eleições marquem um recorde de participação do eleitorado. "Seria histórico, não apenas para os bolivianos, mas para a comunidade internacional", apontou Morales.

Hoje, os bolivianos foram convocados às urnas para eleger presidente, vice-presidente e parlamentares que formarão a Assembleia Plurinacional Legislativa. Simultaneamente ao pleito, foram realizadas 18 consultas sobre a autonomia de departamentos, regiões e municípios do país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host