UOL Notícias Notícias
 

07/12/2009 - 16h19

Chanceler argentino cumprimenta Evo Morales por reeleição

ANSA
MONTEVIDÉU, 7 DEZ (ANSA) - O ministro das Relações Exteriores da Argentina, Jorge Taiana, elogiou hoje as eleições presidenciais realizadas na Bolívia, que definiu como "exemplo de participação democrática", e cumprimentou o presidente Evo Morales, eleito para governar por um novo mandato ainda no primeiro turno."As eleições na Bolívia foram um exemplo muito importante de participação democrática", afirmou ele, que está no Uruguai para participar de um encontro de ministros da Economia e das Relações Exteriores do Mercosul.Ao se referir ao triunfo de Evo Morales, reeleito no primeiro turno com mais de 60% dos votos segundo as pesquisas de boca-de-urna, o chanceler argentino o qualificou como "um êxito formidável", que beneficia também o "projeto de transformação" impulsionado pelo presidente boliviano.Taiana revelou já ter entrado em contato com seu par boliviano, David Choquehuanca, a fim de cumprimentá-lo pelos resultados do processo eleitoral realizado ontem, no qual o governo também obteve maioria na Câmara dos Deputados e no Senado, antes controlado pela oposição, de acordo com as projeções divulgadas após o pleito.CubaEm Cuba, a vitória de Morales foi destaque na imprensa local. O mandatário boliviano é um dos principais aliados do regime que governa a ilha caribenha desde a chegada de Fidel Castro ao poder, em 1959.O jornal Granma, publicação do Partido Comunista de Cuba, avaliou como "contundente" o resultado do processo e lembrou trechos do discurso feito ontem por Morales, quando ele dedicou sua reeleição "a todos os governos e povos anti-imperialistas"."Morales destacou que o triunfo dos bolivianos constitui fundamentalmente um reconhecimento aos governos e povos anti-imperialistas e agradeceu pela oportunidade de continuar trabalhando pela igualdade e a unidade da Bolívia", diz um texto publicado pelo diário oficial.Já o jornal Trabajadores, da Central dos Trabalhadores de Cuba (CTC), destacou que o presidente boliviano "ratificou seu compromisso para obter a refundação do país e o resgate da soberania".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host