UOL Notícias Notícias
 

07/12/2009 - 12h14

Ministros da Economia e chanceleres do Mercosul se reúnem em Montevidéu

ANSA
MONTEVIDÉU, 7 DEZ (ANSA) - Os ministros das Relações Exteriores e da Economia dos países-membros do Mercosul se reúnem hoje no Uruguai, às vésperas do encontro entre os chefes de Estado e de Governo do bloco.

A XXXVIII Reunião Ordinária do Conselho do Mercado Comum e Cúpula de Presidentes do Mercosul ocorre na capital uruguaia, Montevidéu, e tem como anfitrião o presidente Tabaré Vázquez.

A reunião ministerial de hoje terá duas etapas. A primeira será somente entre os chanceleres e ministros da Economia dos países-membros. Em seguida, haverá um almoço e a reunião será estendida às nações associadas ou convidadas.

Durante o evento, devem ser abordados, principalmente, temas como as desavenças comerciais entre Brasil e Argentina devido à aplicação de mecanismos para restringir importações e o código aduaneiro.

Também está na pauta a eliminação da dupla tributação, o acordo de cooperação que o bloco negocia com a União Europeia (UE) e a composição do Parlamento do Mercosul (Parlasul).

Amanhã, durante o encontro de líderes dos países-membros do bloco, Vázquez passará a presidência temporária do Mercosul à presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner. Esta também será a última cúpula da qual o uruguaio participa, já que seu mandato presidencial termina em março de 2010.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, assim como Cristina Kirchner e o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, são esperados hoje na capital uruguaia. Eles se reunirão na manhã de terça-feira.

Representantes da Venezuela -- país que aguarda a aprovação de seu ingresso como membro pleno do grupo -- também estarão presentes. "Vamos ao Uruguai, mesmo sem a aprovação [da entrada do país no Mercosul, ndr.] definitiva em alguns Congressos", disse ontem o presidente venezuelano, Hugo Chávez.

O Mercosul é formado por Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai e tem como membros associados Chile, Colômbia, Equador e Peru. O ingresso da Venezuela ainda não foi ratificado pelos parlamentos de Brasil e Paraguai.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host