UOL Notícias Notícias
 

09/12/2009 - 15h48

Tribunal analisará recurso de credores italianos contra a Argentina

ANSA
ROMA, 9 DEZ (ANSA) - O Centro Internacional para a Arbitragem de Disputas sobre Investimentos (Ciadi), do Banco Mundial, realizará uma audiência em abril para analisar um recurso apresentado por credores italianos que não aderiram à oferta feita pela Argentina para trocar títulos de sua dívida que estavam em moratória, o que ocorreu em 2005.De acordo com o presidente da Associação Italiana de Proteção aos Investidores em Títulos Argentinos (TFA), Nicola Stock, a sessão deve ocorrer entre os dias 7 e 13 de abril em Washington, nos Estados Unidos.Para Stock, trata-se de "um passo significativo para os credores italianos", que demonstra os avanços obtidos quanto à possibilidade "de que se finalize a fase jurídica" da questão.O governo argentino decretou a moratória no fim de 2001, quando vivia uma grave crise política, econômica e social.Quatro anos mais tarde, durante a gestão do ex-presidente Néstor Kirchner, foi feita uma troca dos títulos em moratória por outros papéis, mas com um desconto de até 75%, considerando os juros que deixaram de ser pagos no período do calote.Com isso, para cada US$ 100 de dívida, o credor receberia apenas US$ 25. À época, Buenos Aires disse que 76% de seus credores aderiram ao plano. A dívida em moratória acumulada naquele período era estimada em US$ 82 bilhões.Após a troca, o valor foi reduzido para cerca de US$ 20 bilhões, que poderão ser novamente renegociados graças à anulação, em novembro, da chamada "Lei Ferrolho", que impedia a reabertura do diálogo junto aos credores que rejeitaram a proposta anterior.A Argentina pretende regularizar sua situação financeira para voltar a ter acesso ao mercado internacional de crédito.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h10

    0,68
    3,204
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h13

    0,35
    64.903,28
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host