UOL Notícias Notícias
 

10/12/2009 - 21h02

Por reconciliação, presidente do Vietnã se reúne com Bento XVI

ANSA
BANGCOC, 10 DEZ (ANSA) - O presidente do Vietnã, Nguyen Minh Triet, será recebido amanhã no Vaticano pelo papa Bento XVI, em uma tentativa de superar as divergências e tensões entre o governo de seu país e a Igreja Católica.

A nação asiática tem entre seus habitantes cerca de 6 milhões de fiéis da Igreja Católica. Trata-se da segunda maior comunidade no continente. No Vietnã, além disso, o número de católicos só fica atrás da quantidade de filiados do Partido Comunista.

O governo de Hanói considera a presença da Igreja uma ameaça e insiste em aprovar as nomeações da hierarquia católica no país. Os Estados do Vietnã e do Vaticano jamais mantiveram relações diplomáticas.

Recentemente, houve melhoras nas perspectivas de reconciliação. Em 2007, o primeiro-ministro do Vietnã, Nguyen Tan Dung, foi recebido no Vaticano, em um primeiro sinal de reaproximação.

Há duas semanas, por ocasião das comemorações dos 350 anos da instituição das primeiras dioceses católicas no país asiático, Bento XVI definiu as celebrações como "uma oportuna ocasião de reconciliação".

Por sua vez, o mandatário vietnamita declarou em recente entrevista que participa dos festejos religiosos, embora se considere ateu, porque reconhece o "valor cultural" de tais iniciativas. Segundo Triet, o Vietnã deseja estabelecer vínculos diplomáticos com o Vaticano.

Um dos pontos centrais da discórdia se refere ao confisco de propriedades da Igreja realizado pelo governo de Hanói depois de 1954, quando o país deixou de ser uma colônia francesa.

Alguns monastérios foram demolidos para dar espaço a parques turísticos e hotéis. Em dezembro de 2007, a comunidade católica iniciou uma série de vigílias de orações para reivindicar a posse das propriedades. Os atos foram reprimidos pela polícia.

Naquela ocasião, o sacerdote Nguyen Van Ly foi condenado a oito anos de prisão sob a acusação de ter feito propaganda contra o Estado. A imprensa, por sua vez, acusou o religioso de "fomentar revoltas".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host