UOL Notícias Notícias
 

12/12/2009 - 17h46

Felipe Calderón deve visitar Cuba em 2010, diz chanceler mexicana

ANSA
HAVANA, 12 DEZ (ANSA) - O presidente do México, Felipe Calderón, visitará Cuba em 2010, viagem que deveria ter ocorrido neste ano e foi cancelada devido à pandemia da gripe A (H1N1), surgida em abril.

O anúncio foi feito pela chanceler mexicana, Patricia Espinosa, que se reuniu ontem com o presidente de Cuba, Raúl Castro, que por sua vez também deve ir ao México no próximo ano.

A ministra passou dois dias na ilha caribenha. Durante sua visita, ela manteve um encontro de três horas com Raúl e foi recebida por seu homólogo cubano, Bruno Rodríguez.

O governo mexicano estuda a possibilidade de que o presidente Calderón viaje já no primeiro semestre, mas a data não pôde ser confirmada porque as agendas dele e do mandatário cubano ainda não foram definidas.

Neste ano, a visita teve de ser cancelada por causa da gripe A (H1N1). Os primeiros casos da enfermidade foram registrados no México em meados de abril.

Cuba foi um dos países latino-americanos que, devido à disseminação do vírus causador da doença, suspenderam todos os voos que partiam ou tinham como destino o México.

A decisão, tomada também pela Argentina, chegou a elevar a tensão diplomática entre os dois governos.

Em um artigo publicado naquela época, o ex-presidente cubano Fidel Castro acusou o mandatário mexicano de retardar a divulgação dos primeiros casos da gripe porque o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, havia estado no país pouco antes.

As relações bilaterais só voltaram à normalidade em junho, quando Raúl Castro recebeu uma mensagem de Calderón.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host