UOL Notícias Notícias
 

15/12/2009 - 20h25

Barack Obama telefona a Berlusconi para saber sobre sua saúde

ANSA
ROMA, 15 DEZ (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, telefonou hoje ao primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, para se informar sobre as condições de saúde do premier, agredido no domingo.

A informação foi confirmada em nota divulgada pelo governo italiano. O comunicado diz que "foi uma conversa muito cordial, na qual o presidente Obama se informou sobre as condições de saúde de Berlusconi e expressou a ele solidariedade e proximidade".

Ao sair de um comício de seu partido, o Povo da Liberdade (PDL), em Milão, Berlusconi foi agredido no rosto por Massimo Tartaglia, de 42 anos.

Ele atirou uma réplica de metal da catedral de Milão no rosto do premier, que teve uma fratura no nariz, dois dentes quebrados e o lábio superior cortado.

Segundo o governo da Itália, Obama "também agradeceu a Berlusconi pela excelente contribuição no Afeganistão e pela decisão do governo italiano de enviar mais mil homens ao país durante o ano que vem".

A Itália aderiu no dia 3 de dezembro à nova estratégia de Washington para o Afeganistão. O governo norte-americano pretende enviar mais 30 mil soldados ao país e, para isso, espera que seus aliados cedam 10 mil homens.

O chefe de Governo da Itália, que está hospitalizado e deve ter alta amanhã, também recebeu hoje um telefonema do presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso. Assim como Obama, o líder do Executivo da União Europeia (UE) se inteirou sobre as condições de saúde de Berlusconi.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h39

    0,26
    3,275
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h46

    1,67
    63.708,90
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host