UOL Notícias Notícias
 

17/12/2009 - 18h45

Clínica suíça não confirma internação de Silvio Berlusconi

ANSA
GENEBRA, 17 DEZ (ANSA) - A clínica suíça Ars Medica não confirmou a informação de que o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, seria internado no local para dar continuidade a seu tratamento médico após a agressão que sofreu no domingo.

A notícia foi veiculada pelo jornal suíço Le Matin e posteriormente ratificada pela agência Ats, que citou Carlo Zoppi, prefeito da cidade de Gravesano, onde fica a clínica.

"Alguns funcionários da clínica falaram da chegada do presidente do Conselho [de Ministros] italiano na minha presença, no bar situado diante do hospital. Uma equipe de televisão e alguns jornalistas já estão posicionados diante do local", assegurou o prefeito.

No entanto, Jerome Puginier, diretor de comunicação do Grupo Sarra, ao qual pertence a clínica Ars Medica, não confirmou a informação.

Berlusconi foi agredido no rosto no último domingo em Milão, quando saía de um comício de seu partido, o Povo da Liberdade (PDL). Ele foi atingido por uma miniatura de ferro da catedral da cidade, lançada por Massimo Tartaglia, de 42 anos, que está preso.

O primeiro-ministro foi imediatamente levado ao Hospital San Raffaele, onde se constatou que sofreu uma fratura no septo nasal, teve dois dentes quebrados e um corte no lábio. Ele teve alta hoje.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host