UOL Notícias Notícias
 

26/12/2009 - 15h30

Cardeal que se machucou em incidente no Vaticano será operado amanhã

ANSA
CIDADE DO VATICANO, 26 DEZ (ANSA) - O cardeal francês Roger Etchegaray, de 87 anos, será submetido neste domingo a uma cirurgia devido a uma fratura no fêmur, sofrida após cair no tumulto causado por Susanna Maiolo, a mulher que tentou avançar na direção do papa Bento XVI antes da Missa do Galo, na quinta-feira.

De acordo com o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, as condições de saúde do sacerdote, que está internado no hospital Agostino Gemelli, em Roma, "são boas, e os médicos se ocupam agora de verificá-las para proceder à operação, que se realizará, como se prevê, amanhã pela manhã".

"Os visitantes testemunham a serenidade e a ótima moral do cardeal, que oferece suas orações pelo Papa e espera com otimismo a intervenção cirúrgica", prosseguiu Lombardi, por meio de nota.

Etchegaray quebrou o fêmur no tumulto causado por Susanna Maiolo quando o Papa e uma comitiva de cardeais se encaminhavam ao altar para o início da Missa do Galo, pouco antes das 22h.

Ela pulou a divisória que isolava o espaço destinado ao público e tentou se aproximar de Bento XVI. Mesmo interceptada por um segurança, Maiolo puxou o Pontífice, que foi ao chão.

Apesar do susto, o Santo Padre, de 82 anos, levantou-se rapidamente com a ajuda de um grupo de auxiliares e rezou a missa sem qualquer outro contratempo. Maiolo, por sua vez, foi presa e depois encaminhada a um hospital. Segundo o Vaticano, a jovem de 25 anos aparenta ser "psicologicamente instável".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host